Projeto qualifica moradoras da ZN como manicures

Atualizado em: 30 nov 2015 às 08h

 

Há um ano e meio, Regina Helena Oliveira Nascimento tomou um susto: aos 44 anos, descobriu que tinha um aneurisma e precisava passar por uma delicada cirurgia no coração. Após bem sucedida intervenção, ela agora pode comemorar um importante passo dado para retomar sua carreira profissional.

Segunda-feira (30), ela foi uma das dezoito alunas a receber o certificado de conclusão do Projeto Mão Feitas, dedicado a manicures.

“Trabalho como cabeleireira e manicure há 25 anos. Sempre procuro me reciclar para me manter atualizada. O curso serviu para que eu conseguisse o diploma que vai me ajudar muito a conseguir um eventual emprego em uma empresa maior”, conta Regina (foto abaixo), de 45 anos, moradora do Castelo.

 

Parceria

Mão Feitas, uma parceria entre o Fundo Social de Solidariedade (FSS) e a Associação Paulista de Supermercados (Apas), foi desenvolvido na Vila Criativa da Zona Noroeste (Av. Hugo Maia, 293, Radio Clube). O FSS realizou as inscrições e cedeu o espaço para o curso. A Apas foi responsável pela organização, distribuição dos kits, material didático e contratação da consultora para ministrar o curso.

Ao longo de 10 aulas, no mês de setembro, as alunas aprenderam métodos de higienização, esterilização de equipamentos, além de pintura e decoração de unhas. “Agora que fiz o curso, posso conseguir clientes para fazer unha na minha própria casa e assim não preciso deixar minha mãe, que é cadeirante, sozinha. Vou colocar um placa bem em frente de casa para chamar a clientela”, planeja Regiane de Jesus Von Zubem, de 49 anos, também moradora do Castelo.

Para 2016, a expectativa é de que duas novas turmas sejam formadas, uma em cada semestre do ano.  

Fotos: Helena Silva