PG coleta quase 200 quilos de lixo no Clean Up Day

Voluntários recolheram detritos em limpeza do estuário, próximo ao Portinho.

 

21/9/2014 | Daniel Elias, MTB: 59.233

 

A primeira participação de Praia Grande no Clean Up Day, o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias resultou na coleta de 191,5 quilos de lixo. O material foi retirado do estuário entre a cidade praia-grandense e São Vicente. A ação contou com o envolvimento de 80 voluntários, que estiveram na Área de Lazer Ézio Dall’Acqua, o Portinho, neste sábado (20). O local serviu como ponto de encontro e para a contagem dos detritos recolhidos.

 

O Clean Up Day aconteceu de forma simultânea, em 156 países e mobilizou cerca de 35 milhões de pessoas. Na Baixada Santista, apenas Praia Grande e Santos estiveram envolvidos na ação em prol da preservação do meio ambiente. A ação voluntária visa à conscientização da sociedade em não despejar indevidamente materiais na natureza e a consequência destes objetos à natureza e aos seres vivos que nela vivem.

 

Do total coletado, o produto encontrado em maior quantidade foi a madeira, totalizando 135,8 quilos. Os voluntários recolheram em grande número os seguintes detritos: plástico (garrafa pet, sacola, baldes, entre outros), com 47 quilos; embalagens tetra pak, 2,4 quilos; tecido e papel, 1,7 quilos, cada um; metal, vidro e isopor somaram 2,9 quilos. Os itens retirados durante o evento tiveram como destino final a Cooperativa de Coletores e Recicladores de Materiais Inorgânicos Nova Vida (Coopervida), em Praia Grande.

 

Além da retirada do lixo no estuário, os voluntários participaram de duas oficinas ministradas pela Coordenadoria de Educação Ambiental (CEA) e pelo Projeto Biopesca. As atividades serviram para conscientizar as pessoas em reaproveitar recipientes vazios. Como exemplo, em um dos workshops, os presentes aprenderam a transformar embalagens tetra paks em carteiras.

 

O que é? – Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias surgiu por meio da iniciativa do australiano Lan Kiernan. Após dar a volta ao mundo de barco, ele retornou a cidade natal e comentou com os amigos sobre a quantidade de lixo e detritos que encontrou nos oceanos. Foi quando tiveram a ideia de realizar um mutirão de limpeza. Entretanto, a ação só ganhou força com a participação dos Estados Unidos.

 

A cada ano que passa, mais países aderem ao projeto social reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Além de minimizar o acúmulo de lixo nas margens de rios e de praias, a ação busca levar a reflexão sobre as consequências do descarte incorreto de resíduos no meio ambiente. Com a campanha, serão trabalhados conceitos que envolvem a visão em longo prazo, produção de conhecimento, engajamento da comunidade e mudanças nas políticas públicas.

 

Apoio – Além da Coordenadoria de Educação Ambiental e o Projeto Biopesca, participam do evento as seguintes entidades: Área de Proteção Ambiental Marinha Litoral Centro, ASUP-PG, Casa Branca School, Fundação Florestal, Grupo Escoteiro do Mar Carmo, Grupo Escoteiro Morvan Dias Figueiredo, Instituto Laje Viva, Mantas do Brasil, Parque Estadual Marinho Laje de Santos, Parque Estadual Xixová-Japuí, Parque Turístico Aquário de Santos, Parque Zoobotânico Orquidário de Santos, Prefeitura de Santos, Projeto Albatroz, Projeto Navega São Paulo, Projeto Pescador Amigo, Remaforte, Sabesp, Santos Brasil, SEPAM e Universidade Metropolitana de Santos.

 

Fonte: http://www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias/noticias/noticia_01.asp?cod=34366