Coreia do Sul acredita que surto de Mers está perdendo força; mortos chegam a 24

Agência Brasil                                                          19/06/15 09h17 

 

As autoridades de saúde da Coreia do Sul disseram hoje (19) que a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers, da sigla em inglês), que já matou 24 pessoas no país, está começando a perder força. Atualmente, há 112 pessoas internadas.

 

 

O anúncio das autoridades sul-coreanas coincidiu com o anúncio de mais um caso de contágio – taxa mais baixa de infecção em duas semanas. Com este novo caso, as autoridades de saúde da Coreia do Sul confirmaram 166 contágios desde que a doença foi identificada pela primeira vez no dia 20 de maio.

 

 

“Aparentemente o surto começou a perder força”, disse uma fonte do Ministério da Saúde aos jornalistas numa reunião diária em Seul ao salientar, no entanto, a necessidade de aguardar e ter atenção a novos casos que surjam, sobretudo em unidades de saúde expostas ao vírus.

 

 

Desde ontem (18), o número de pessoas em quarentena caiu 12%, para 5.930, um dia depois de a Tailândia confirmar o primeiro caso da doença, tornando-se assim o segundo país asiático a registrar a casos de Mers.

 

 

Apesar das fortes críticas ao governo da presidenta coreana Park Geun-Hye e do pedido de desculpas do recém-nomeado primeiro-ministro Hwang Kyo-Ahn por suposta “resposta inadequada” ao problema no início do surto, a líder da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, manifestou seu otimismo na capacidade sul-coreana em conter o vírus. Margaret ressaltou que Seul está agora “em muito bom ritmo” depois de uma resposta inicial lenta.