Presidente da Ucrânia recebe 145 militares trocados por rebeldes separatistas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agência Lusa27.12.2014 - 14h03

 

 

 

O presidente da Ucrânia, Petro Porochenko, recebeu hoje (27) de madrugada, no Aeroporto Militar de Kiev, os 145 militares ucranianos trocados pelos 222 rebeldes separatistas pró-russos, no âmbito de um acordo firmado entre os negociadores das duas partes na quarta-feira (24), em Minsk.

 

 

 

 

Leia também:

 

Número de mortes em conflitos na Ucrânia passa de 4,6 mil, diz ONU

 

Exército ucraniano denuncia violações da trégua por forças pró-russas

 

A troca foi a maior desde que o conflito começou, em meados de abril, e deve terminar hoje com a entrega à Ucrânia de quatro detidos militares na república separatista de Lugansk. Um dos soldados recusou-se a ir para Kiev, argumentando ser de origem russa, e desaprovou as ações do Exército ucraniano no Oriente.

 

Nessa sexta-feira, a Ucrânia e os separatistas pró-russos trocaram centenas de prisioneiros na região rebelde vizinha de Donetsk. A troca começou em grupos de dez pessoas perto da vila de Kostiantynivka, a 45 quilómetros ao norte da cidade ucraniana de Donetsk, e totalizou 222 rebeldes – homens e mulheres - e 146 soldados ucranianos.