Praia Grande realiza limpeza de pontos críticos devido a descartes irregulares de lixo pela população

Dentre outras consequências, está a dificuldade no escoamento da chuva nestes bairros

 

Por Prefeitura Municipal de Praia Grande

A Prefeitura de Praia Grande há anos conscientiza a população sobre o seu papel na conservação da limpeza urbana. A manutenção das vias e áreas públicas acontece diariamente pela Administração Municipal, mas, ainda assim, diversos pontos da Cidade recebem de forma crônica o descarte irregular de lixo por parte dos próprios moradores. Dois pontos da Cidade foram exemplo disso nesta semana, presenciados pela equipe da Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb): um na esquina da Rua Paulo Lucânica com Avenida da Integração, Bairro Nova Mirim; e outro na Avenida São Francisco de Assis, próximo à Rua Cantor Raul Seixas, Bairro Tupiry. Nestes locais, a Sesurb tirou toneladas de lixo entre os dias 13 e 14 de abril, e em menos de duas semanas os trechos encontravam-se novamente sujos com lixo doméstico, móveis e eletrodomésticos velhos.

Além de afetar a aparência dos locais, esse descarte irregular traz muitos problemas urbanos. Um deles é prejudicar o escoamento da água de chuva não somente no trecho, mas também em todo bairro. O trecho sujo no Bairro Nova Mirim fica a poucos metros de um importante canal de drenagem e esses detritos acabam obstruindo a passagem da água no local, podendo ocasionar, inclusive, enchentes nos arredores em dias de fortes chuvas. No caso do ponto no Bairro Tupiry, a situação pode até ser caracterizada como crime ambiental, pois o local fica a poucos metros do Rio Acaraú Mirim.

Somado às questões urbanísticas e ambientais citadas, a conservação da limpeza urbana é um importante fator para evitar diversos problemas sanitários, como, por exemplo, proliferação de insetos e roedores, além de contágio de doenças. Com a atual situação do sistema de saúde de todo País, causada pela pandemia do coronavírus, se faz necessária ainda mais a preocupação neste sentido por todos.

Serviços oferecidos – Ambos os locais citados ficam próximos a Unidades Ecopontos, que recebem materiais recicláveis, pequena quantidade de entulho, podas de árvores, entre outros. Além disso, os itens inservíveis descartados irregularmente no local poderiam ter sido entregues também aos caminhões do projeto Rapa Treco (que retira em frente da residência das pessoas itens inservíveis), que passam toda semana pelos bairros; ou separados para a coleta seletiva que atende estes locais três vezes por semana. Sem contar que os bairros também contam com coleta de lixo domiciliar também três vezes por semana.

A secretária de Serviços Urbanos de Praia Grande, Soraia Milan, destacou que a Prefeitura realiza diariamente a limpeza de vários pontos crônicos de descarte de lixo pela população, porém menos de 24 horas depois muitos destes locais estão sujos novamente. “Por isso, contamos com a ajuda de toda a população, que além de não jogar o lixo na rua também precisa se tornar um ‘fiscal’ da sua rua, do seu bairro. Aliando forças, temos certeza que podemos melhorar esta situação”, ressaltou.

Os serviços públicos oficiais de descarte de lixo são as melhores opções, como as coletas seletivas e de lixo domiciliar, Ecopontos e Rapa Treco. “Algumas pessoas contratam o serviço de carrinheiros, que algumas vezes podem acabar não levando os materiais para o ecoponto mais próximo, que seria o correto, mas sim descartando em terrenos e na rua, muitas vezes próximo à residência daquela pessoa que o contratou. Por isso, a melhor opção sempre é o morador utilizar os serviços oficiais”.

Denúncias – A população também pode denunciar situações como estas, principalmente com fotos de possíveis veículos que possam ser utilizados para o transporte de materiais (imagens que possam, de alguma forma, identificar os responsáveis pela irregularidade) através do formulário online disponível no site www.ouvidoria.praiagrande.sp.gov.br, ou pelo app “Ouvidoria Praia Grande”, disponível gratuitamente na Apple Store e Play Store. As denúncias podem ser anônimas.

Quem for flagrado realizando descarte irregular de lixo em espaços públicos pode sofrer sanções de acordo com o Código de Posturas Municipais (Lei 657/89), as normativas da gestão dos resíduos da construção civil (Lei 1660/2013) e leis ambientais como a de Crimes Ambientais (Lei 9605/98), dependendo da situação.

Mais informações – Confira cronograma completo dos serviços de limpeza realizados em Praia Grande no site da prefeitura, clicando no banner “Carta de Serviços” (http://www.praiagrande.sp.gov.br/cartaservicos/)

 

Foto: Prefeitura Municipal de Praia Grande