Guarujá antecipa vacinação de idosos com 68 anos

Município espera vacinar ao menos 2.000 pessoas nesta nova faixa etária; imunização segue para demais idades dentro do cronograma e para profissionais de saúde

Por Prefeitura Municipal de Guarujá

Guarujá antecipa a partir desta terça-feira (30) mais uma faixa etária na campanha de vacinação contra a covid-19. É a vez dos idosos que têm 68 anos se dirigirem aos postos e garantirem a primeira dose do imunizante, o que estava previsto para ocorrer apenas no dia 5 de abril, de acordo com o calendário do Governo do Estado. São esperadas ao menos 2.000 pessoas dentro desse grupo.

Esta é mais uma antecipação promovida pelo Município ao calendário vacinal estadual. Isso ocorre graças à ampla cobertura de imunização nos demais grupos – a maioria já ultrapassou 100% do público esperado –, a atual disponibilidade de vacinas para a primeira dose e a chegada de um novo quantitativo vindo do Governo do Estado, que deve ocorrer até o fim desta semana.

Postos de vacinação 

A Cidade segue com dois postos de vacinação. O Ginásio do Guaibê, com funcionamento das 8 às 16 horas para quem preferir ser vacinado dentro do espaço; e das 9 às 15 horas, no sistema drive-thru. Nesta semana, em razão do feriado, o atendimento será de segunda a quarta-feira.

Além do Guaibê, o Município conta com um posto volante montado na Coordenadoria da Guarda Civil Municipal (GCM), no Distrito de Vicente de Carvalho (Rua Cunhambebe, 500, no Jardim Cunhambebe). Ele funciona das 8 às 14 horas, também de segunda a quarta-feira, excepcionalmente nesta semana, apenas com sala de vacinas.

Para garantir a dose, basta o munícipe comparecer munido de um documento com foto e comprovante de residência, se for primeira dose. Caso seja a segunda, também é preciso apresentar o cartão de vacinação.

Cadastro prévio

É recomendado, mas não obrigatório, o cadastro no site do VacinaJá, do Governo do Estado (https://www.vacinaja.sp.gov.br/). A realização do pré-cadastro não garante preferência no momento da imunização, mas agiliza o processo de preenchimento dos dados antes da vacinação, economizando 90% do tempo. Imprimir a ficha e levá-la ao posto deixa o atendimento ainda mais rápido.

Para se ter uma ideia, o tempo de atendimento para quem fez o cadastro leva em média de 1 a 3 minutos. Quando não é feito, a inscrição no ato da vacinação seguida da aplicação da dose propriamente dita demora cerca de 10 minutos.

O cadastro pode ser realizado pelo próprio candidato à imunização ou por algum familiar. 

Demais faixas etárias e segunda dose

Mesmo com a ampliação da faixa etária, os demais grupos que já estão em processo de imunização e que, porventura, ainda não tenham se dirigido aos postos devem fazê-lo. São eles idosos com 69 anos ou mais, além de profissionais e trabalhadores de saúde.

Também continuam a ser aplicadas as segundas doses nos grupos prioritários. É preciso ficar atento à data descrita na ficha de vacinação para retornar a um dos dois postos de vacinação. Receber o reforço do imunizante é fundamental para garantir a proteção plena contra as formas graves da doença. Por mais que a primeira dose já garanta um algum nível, receber a segunda dose é fundamental.

 

Foto: Site da Prefeitura de Guarujá